Tempo, ontem e hoje.

Ando pensando muito sobre a questão do tempo. A gente nunca tem tempo pra nada. A gente nunca diz: “ai, o que eu faço com esse tempo todo que eu tenho sobrando?”

Quando, nos anos 1980, eu e o Fernando Brengel abrimos a nossa agência de publicidade, a Presença Propaganda, já era assim. Em nossa área de atuação, a frase mais usada sempre foi: “é pra ontem“. Só que o “ontem”, em tempos analógicos, poderia significar um dia, uma semana, ou até mais. Os processos tomavam muito mais tempo — elaborar um layout no guache, providenciar a fotocomposição do texto, fazer o paste-up, planejar, negociar e contratar mídia, produzir os materiais (fotos, filmes, impressos).

Em meados dos anos 1990, os ventos da digitalização começaram a soprar.

Compramos nossos primeiros computadores Macintosh. Logo depois estávamos conectados à internet (discada) e tínhamos nossos endereços de e-mail. Podíamos fazer o download de fotos em high-res dos bancos de imagens em apenas algumas horas! Uau! Comemoramos: “agora sim, vai sobrar tempo para aquele tal do ‘ócio criativo’ que o De Masi fala”!!!

É mesmo??? Depois da internet discada veio o cabo, a fibra ótica, o wi-fi e as velocidades de conexão aumentaram absurdamente. Novos hardwares e softwares, apps, e redes sociais agilizaram ainda mais as coisas. Estamos conectados 24h por dia, em todos os lugares. E, com tudo isso, subiu a altura do “sarrafo” que você tem que pular pra atender o “é pra ontem”, que passou a significar “daqui a pouco” ou, simplesmente “já”.

Continuamos sem tempo para o ócio (criativo ou não), e ainda adicionamos “mezaninos” às nossas horas – afinal, pra que fazer uma coisa só de cada vez? O lance agora é ser multitarefa, multitelas, multicanais, multieficientes, multi…

O que resta? Aguardar a invenção da máquina do tempo de que H. G. Wells tanto falou, pra ver se conseguimos entregar ontem o trabalho que nossos clientes vão pedir daqui a 15 dias.

Mas, por favor, dá pra pagar antes de ontem, pelo menos?

….

Agora, me conta: o que você faz para conviver melhor com esses nossos tempos acelerados e administrar melhor o seu tempo?


Jennifer Monteiro, sócia e diretora de atendimento da Presença Propaganda, idealizadora, junto com o sócio Fernando Brengel, do Projeto Apareça e Cresça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *